Starry Sun Reiki Luz Para Todos!: Fevereiro 2013

Pesquisar este blog

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

PRIMEIROS SOCORROS EMOCIONAIS




Durante nossa existência algumas coisas saem do controle, imprevistos acontecem, às vezes acertamos e outras erramos, e tudo faz parte de um aprendizado. Mesmo estando fora da escola há muito tempo, não nos livramos das famosas "lições de casa". Essas lições podem ser adversidades, e de amplo espectro. Podem afetar nossa saúde física, podem afetar pessoas que amamos. Podem mexer em nossas finanças, em nossos sentimentos, nossos relacionamentos, enfim, podem e mexem em tudo, principalmente naquilo que consideramos de muita importância, naquilo para o qual damos muita atenção, naquilo pelo qual pautamos a nossa vida. Ninguém está isento, ninguém escapa da lei da "impermanência", que traz calor, mas também traz frio, que traz o dia, mas também traz a noite, que traz a calmaria, mas também traz a tempestade.E então, vivemos na "gangorra", ora subindo, ora descendo. A grande diferença de pessoa para pessoa reside na "intensidade", na "força", na "energia" com que essa "gangorra" se manifesta, e como "reagimos" a ela. Para uns a subida e a descida são suaves, e para outros esse movimento se apresenta violento, quase atirando a pessoa para fora da "gangorra". Então a primeira regra é se segurar bem, se agarrar. Se agarrar na fé, de que temos capacidade e resistência para suportar, ter confiança, porque vai passar. Manter a serenidade, a calma, porque isso traz equilíbrio, fundamental para quem não quer cair. Ter foco, atenção, concentração naquilo que realmente interessa. Não dar "ibope" para críticas, censuras, sabotagens de qualquer espécie, sobretudo aquelas que dizem que: não vamos conseguir, não vai dar certo, não foi feito para nós, não merecemos, etc. Não fugir, mas enfrentar, porque quando enfrentamos a adversidade, quebramos a suposta magia, descobrimos a raiz do problema e a sua solução. É como desmascarar a mentira, desarmar a armadilha, e prosseguir deixando para trás mais uma etapa vencida da nossa trajetória. Mas atenção enfrentar não significa brigar, ficar com raiva, com ódio. Enfrentar é resolver, não deixar pendente, não deixar para depois.E também lembre-se que enfrentar não quer dizer sempre , vencer,ganhar, porque mesmo quando perdemos, o simples fato de termos enfrentado, não termos adiado ou fugido, já nos torna vencedores.E assim cada vez nos fortalecemos mais. O bambu não foge do vento, apenas se dobra para que ele passe e siga seu caminho. (Eliana Zacariotti)

http://elianareiki.blogspot.com.br

MAIS DEPOIMENTOS DE PESSOAS QUE FAZEM REIKI



1.R.A.L.S –Dona de Casa-48 anos
Através da minha filha tomei conhecimento do Reiki.Encontrava-me com crise de labirintite já há 03 meses e há um mês e meio praticamente vivendo deitada sobre uma cama,sem poder virar a cabeça e muito menos os olhos,porque a tontura era muito forte acompanhada de enjôo .Deixei de viver , de participar das atividades rotineiras de minha casa e da minha família .Quando vim para a primeira sessão de Reiki vim praticamente carregada pelos meus filhos .Após uma semana de tratamento ,passei a levantar-me da cama , aumentou muito a minha disposição .Tinha as pernas adormecidas e isso desapareceu .O médico diminuiu a dosagem dos remédios.Tinha angústia , que felizmente foi embora ,desapareceu .Hoje estou alegre , mais feliz , mais forte .E reconheço que todas essas mudanças ocorreram após o inicio do tratamento de REIKI com a Eliana. Voltei a levar uma vida normal e na última sessão do tratamento fui dirigindo meu carro ,coisa que não fazia há muito tempo.

2-G.M. –ARQUITETO – 30 ANOS
Meu trabalho exige muita disposição e criatividade, lido com muitas pessoas, muitos projetos, muita pressão. Recarrego minhas baterias recebendo Reiki regularmente .Me traz equilíbrio , me sinto alinhado e preparado para novos projetos e novos desafios .Faço sessões de Reiki com a Eliana há mais de 4 anos e me sinto muito bem .O Reiki me dá força e coragem , sinto que existe uma substituição , uma troca das energias negativas por energias positivas .

  3-S. A.T- EMPRESÁRIA- 45 ANOS
Vivia estressada, correndo muito, preocupada, enfrentando o trânsito (caótico) de SP, lidando com conflitos diariamente, e isso estava afetando não só meu bom humor como também minha saúde. Descobri então o REIKI , e passei a fazer tratamentos regulares com a Eliana.Hoje não abro mão da minha sessão, porque me traz paz e tranqüilidade.
Em nosso trabalho com REIKI já atendemos muitas e muitas pessoas e pudemos constatar a sua eficácia, sobretudo proporcionando equilíbrio e paz interior, para que de posse do auto controle e da serenidade, a pessoa pudesse então decidir os rumos de sua vida, seus projetos e objetivos de forma centrada e consciente.Poderíamos colocar aqui muitos depoimentos(autorizados), mas colocamos apenas 03, porque cada pessoa tratada sabe exatamente os benefícios que recebeu, sabe como foi "o antes" e o "depois", e carrega consigo a prova viva e real dos efeitos do REIKI.

http://elianareiki.blogspot.com.br

O QUE É UM MESTRE DE REIKI?




Um mestre é aquela pessoa que por seus estudos, dedicação, atingiu um nível de conhecimento e merecimento que lhe facultaram atingir o grau de mestre.

É aquele que pode ensinar e transmitir corretamente todos os ensinamentos da técnica do REIKI.


GRÁFICO DA LUZ




Este é um gráfico que criei para refletir aquilo que penso sobre as vantagens e as desvantagens de viver ou não na Luz. 
Todos nós temos essa Luz à nossa disposição é só fazer a escolha e seguir em frente. Porém, depois do estudo das vantagens e desvantagens , com muita certeza, todos nós escolheremos estar permanentemente nessa Luz que vem do alto, que nos ilumina e deixa o nosso caminho muito mais claro, onde a lucidez e o bom senso prevalecem no nosso viver.
As vantagens são infinitas: Paz, bem estar, felicidade, equilíbrio mental, emocional, espiritual e consequentemente saúde física, coragem, compaixão, companheirismo, prudência, elevação moral e cultural, progresso de uma forma geral... e, principalmente proteção Divina, que tanto precisamos atualmente.
Já as desvantagens todos nós conhecemos, e por sinal, muito bem. Penso que saindo da Luz nos tornamos vulneráveis, enfrentamos sentimentos e situações extremamente destruidoras. Quem ainda nesta vida não ficou doente, sem ânimo, com medo, inseguro(a), com vontade de desistir, se sentindo o(a) último(a) da fila, incompreendido(a), injustiçado(a), sem solução para tantos problemas à sua volta, "morrendo" de dor de cabeça, dor nas costas, na nuca, nas pernas, dor aqui, dor ali. Quantos acidentes já passamos e quantos transtornos já causamos para outras pessoas. Quem nunca perdeu tempo analisando a vida alheia, sugerindo isto ou aquilo, criticando, julgando e muitas vezes até condenando. Quem nunca sentiu inveja, ciúme, raiva, reclamou, blasfemou, se frustrou, caiu na fofoca, na maledicência. Quem nunca sofreu por amor ou por falta dele. Mas, as consequências de se estar fora da Luz ,com certeza todos nós sabemos, e muito bem. Ah! e como sabemos.
Porém, a Vida é feita de escolhas, então cabe a cada um "decidir" onde quer viver, o que quer plantar porque o plantio é livre, mas a colheita obrigatória.
Essa é a Lei.
De minha parte só vejo vantagens em se esforçar por procurar não sair da Luz, mas se você por qualquer razão, mais uma vez saiu dela, não tem importância. Volte pra ela. Tenha Fé. Acredite na vida, no teu potencial. Comece de novo, de outra forma, sem culpas, sem ressentimentos, sem orgulho ferido, simplesmente começando outra vez, e você vai se surpreender com os resultados.
Tente, e você verá que MILAGRES ACONTECEM!!!
O REIKI é um tratamento que sempre nos encaminha para a Luz.

http://elianareiki.blogspot.com.br

REIKI E A CIÊNCIA NO OCIDENTE




Aos poucos e de forma ainda tímida, pelo menos aqui no Brasil, começam a surgir os primeiros resultados de estudos e pesquisas com um cunho científico sobre o REIKI. 
O mundo ocidental ainda tem uma grande resistência em reconhecer a eficácia de terapias e tratamentos que trazem um enorme benefício a todos os seres vivos, notadamente o ser humano.
 
Somos criados dentro de crenças e padrões de pensamento cujo concreto, visível e palpável são o único termômetro para medir e avaliar todas as coisas.
 
Embora vivamos em um mundo de energia, energia essa que dentre outros feitos nos movimenta, nos faz caminhar, correr, respirar, pensar, agir, ainda somos (em grande maioria) céticos. Aceitamos, contudo, a possibilidade de que somos permeados por energias positivas e energias negativas. Possuímos uma espécie de sensor que atrai ou repele determinadas pessoas, lugares, objetos, doenças e acontecimentos. Em alguns, este sensor é mais refinado, mais desenvolvido do que em outros, mas todos nós o possuímos em menor ou maior grau. Através dele repelimos ou atraímos (nos identificamos) de acordo com “nossa moral e nossa evolução espiritual”, evolução essa que sempre deveria nos aproximar de valores e princípios do Bem, do Amor Incondicional, da Solidariedade, da Verdade.
 
Em busca desta verdade, foram iniciados estudos científicos conduzidos por Ricardo Monezi, psicobiólogo da Universidade Federal do Estado de São Paulo (UNIFIESP) e sua equipe, usando camundongos com câncer. Constataram que os animais que receberam REIKI através da impostação das mãos, tiveram sua imunidade aumentada (dobrada), ou seja, a capacidade das células e dos glóbulos brancos de combaterem a doença teve um significativo aumento (Fonte Revista Galileu). Agora Monezi conduz pesquisa com seres humanos para avaliar novos resultados. Muitos outros pesquisadores também estão fazendo trabalhos neste sentido, e até agora os resultados são muito positivos.
 
Na Espanha e Portugal muitos hospitais já incluíram núcleos de REIKI em suas dependências, bem como nos USA e em outros países, e comprovam seus benefícios.
 
Todo terapeuta reikiano que pauta com seriedade e responsabilidade o seu trabalho já sabe disso, mas de qualquer forma é importante que a Ciência também passe a saber, e cada vez mais saberá, possibilitando assim que muitas mais pessoas se beneficiem.
 
Para encerrar este artigo e dar mais um testemunho real da eficácia do REIKI, cito aqui um caso recente (dentre muitos) de uma paciente que atendi, com 68 anos, que veio fazer um tratamento por causa de uma depressão. Após 10 sessões ela retomou o seu equilíbrio emocional e voltou a se sentir feliz e muito mais disposta para enfrentar o dia a dia, e me informou que ao fazer um exame de sangue, rotina que tinha desde criança por causa da sua imunidade sempre baixa, teve a grata notícia que ela estava no nível máximo, sem que tivesse tomado remédio para tal. Pra mim foi mais uma constatação de que o Reiki sempre trata a pessoa como um todo, em todas as suas dificuldades, sejam elas físicas, mentais ou emocionais, e tudo ao mesmo tempo. Quando iniciei o tratamento com essa Sra. não sabia dessa imunidade baixa, somente da depressão, e o que ficou comprovado é que o reikiano não precisa saber de todos os desequilíbrios da pessoa para poder iniciar o tratamento, mas somente aplicar o Reiki, que este fará todo o resto.
 
O terapeuta não manipula a Energia Vital Universal, somente capta e a transmite a outra pessoa sem contudo contaminá-la com a sua própria energia, portanto é extremamente seguro.

REIKI COMO PREVENTIVO




Prevenir é sempre melhor do que se deixar contaminar! Prevenção é uma palavra chave quando verificamos os programas que as empresas fazem com a finalidade de minimizar riscos, defeitos, falhas e “acidentes” em sua operação. Esses programas envolvem treinamento, manutenção de equipamentos e uma série de medidas que visam sobretudo se antecipar aos possíveis problemas e imprevistos que podem comprometer, a saúde da empresa e de seus colaboradores. No campo pessoal a grande maioria das pessoas com relação a sua saúde física, mental e emocional, não leva em conta a prevenção. Só se preocupa com isso quando suas defesas enfraquecidas por uma série de razões comprometem a sua imunidade se transformando em doenças. Não é usual que se pense em fazer uma “manutenção preventiva”, com vistas a manter nosso equilíbrio, nossa serenidade, nossa criatividade, enfim nossa saúde como um todo em perfeitas condições. E depois que “o leite já derramou, só resta limpar” o estrago feito. Muitas mazelas podem ser evitadas, muitos aborrecimentos podem ser evitados se cuidarmos da manutenção preventiva da nossa saúde. Tomamos alguns cuidados básicos com relação ao nosso asseio e a nossa higiene pessoal:lavamos e limpamos nossa pele, nossos cabelos,nossos dentes,diariamente. Sabemos que isso é muito importante, mas é um cuidado “externo”, e por dentro? O sabonete não remove frustrações, decepções, não remove o stress gerado por situações de conflito, não remove preocupações, não remove sentimentos ruins, e eles vão se instalando e pior ainda, se acumulando. E nisso o REIKI presta um grande serviço como preventivo, porque sendo também um “removedor” de energias negativas, ele revitaliza e neutraliza efeitos nocivos que carregamos mesmo sem perceber. Nos dias atuais somos atingidos por uma série de fatores que mesmo aos poucos, vão minando nossas resistências. Lidamos com problemas financeiros, relacionamentos: familiares, amorosos, profissionais, passamos grande parte do tempo indo e voltando do trabalho, assistimos notícias alarmantes sobre violência, catástrofes, dificuldades. Assistimos cenas dramáticas, isso quando não somos os atores principais destas cenas, e enfim precisamos de paz, de serenidade, precisamos recarregar as baterias, precisamos de “um tempo”, uma pausa serena em todo esse emaranhado. O REIKI fornece essa pausa serena com segurança, fornece esse conforto, fazendo com que nos sintamos leves e renovados novamente, mais dispostos para enfrentar os desafios, que a Vida ou nós mesmos nos impomos.

A ALEGRIA DE PERDOAR




A alegria de perdoar é infinitamente superior ao prazer de se “vingar”.
A sensação inicial de satisfação com a vingança é ilusória, passageira e sutilmente faz muito mal à saúde. Já a sensação sentida quando perdoamos se transforma em realidade, é definitiva e faz um bem danado a quem perdoou e a quem foi perdoado.
 
Diferente da vingança que se a um faz bem, ao outro cria um sentimento de ódio, e pior ainda cria um sentimento de raiva, transformando-se em um ciclo vicioso.
 
Perdoar, assim como amar, são sentimentos que nos elevam a patamares superiores, morada de nobres, sábios, santos, de certa forma nos conecta com o divino.
 
Muitas pessoas pensam que perdoar significa abraçar e beijar, conviver de perto, com aqueles que por alguma razão nos fizeram intencionalmente algum grande mal, mas não, de fato existem pessoas e situações irremediáveis, cuja convivência por vários motivos, normalmente de caráter moral, nos impedem essa proximidade.
 
Então, perdoar significa nestes casos, não guardar raiva nem rancor, significa perdoar de coração e alma, significa esquecer, não dar valor nem importância, significa desejar que fique em paz, e que as boas energias a abençoem. É como somente cortar a linha que nos liga a “pipa no céu”, não é destruí-la, mas desprende-la de nós, para que livre procure o seu vento favorável, que com certeza não é o nosso. Essa liberdade faz bem, e quando cortamos essa linha de ligação, não devemos ter nenhum pensamento de desagravo, mas desejos sinceros de “boa sorte”, pois o céu é imenso, tem lugar para todos e se ela ainda não encontrou o seu lugar, um dia certamente encontrará. E nós devemos seguir em frente, peito e consciência leves, serenos, sem a pressão da vingança.
 
Vingança é matéria prima dos pequenos, perdão é o alimento dos grandiosos, dos fortes, daqueles que se ocupam na simplicidade do dia a dia a fazer o bem, a fazer o seu papel, a cumprir o seu dever de fazer um mundo melhor. E esses terão boa visão, jamais farão críticas, jamais atribuirão aos outros palavras ou frases ofensivas cujos defeitos, só a eles pertencem, pois “o pior cego é aquele que não quer ver em si mesmo os defeitos que atribui aos outros”.
 
Aquele que não perdoa carrega um fardo maléfico e doentio, às vezes por anos e anos a fio, e não se dá conta que o peso desse fardo lhe verga a coluna, rompe seus joelhos e machuca os seus pés, pressiona seu peito, entope suas artérias, sobrecarrega sua mente, trazendo confusão e transtorno, provocando dores, tristeza e sofrimento.
 
Então, percebe enquanto é tempo, se você carrega esse fardo, aproveita e perdoa agora, perdoa hoje, perdoa de verdade, não deixe fugir essa sensação de paz, serenidade e, sobretudo alívio.

O ESSENCIAL É INVISÍVEL AOS OLHOS



Pressão no trabalho, família, trânsito, dinheiro, stress de uma forma geral... provocaram uma verdadeira revolução na forma do ser humano lidar com seu corpo, sua mente e suas emoções. O bem estar e o equilíbrio foram negligenciados, e agora corremos para resgatar esses componentes tão importantes em nossa vida.
Mas, felizmente em meio a este cenário tumultuado, surge o REIKI como uma poderosa ferramenta alternativa, por ser uma técnica natural, segura e muito eficiente, para relaxamento, redução de stress, além de proporcionar muitos benefícios tanto no campo físico, como mental e emocional.
Nós ocidentais, por crença e formação, só acreditamos naquilo que vemos, no palpável, diferentemente dos orientais que sabem que o que ultrapassa o plano físico, denso, material, não deixa de existir, ao contrário está muito presente em nossas vidas. A energia é assim, existe mesmo que não se acredite nela. Às vezes, é difícil acreditar até naquilo que vemos, mas não podemos deixar de acreditar naquilo que "sentimos", até porque como disse Saint - Exupery : " O essencial é invisível aos olhos " .

http://elianareiki.blogspot.com.br

QUAL A VANTAGEM DE SE SUBMETER AO REIKI?




A sabedoria oriental ensina que a energia é a base de tudo. Em nosso corpo, ela flui pelos chamados canais energéticos, alimentando órgãos e células e regulando nossas funções vitais.
As doenças e disfunções físicas mentais ou emocionais, nada mais são que energia estagnada, contaminada, fluindo de maneira errada, ou simplesmente bloqueada. 
Fatores como stress, má alimentação, insônia, respiração inadequada, vida sedentária, ansiedade, medo de perder, medo de enfrentar, falta de perdão, mágoa, apego, raiva, baixa auto estima, e tantas outras energias nocivas, interferem no fluxo energético e com isso desencadeiam distúrbios físicos ou psíquicos, limitando assim a alegria de viver. 
O REIKI atua regulando e desbloqueando esse fluxo e, consequentemente resgatando o equilíbrio fundamental para se ter saúde e bem estar. 
Uma vez que a Energia Universal é aplicada no organismo, este volta a funcionar harmoniosamente: com glândulas ativadas, sistema nervoso revitalizado e também o sistema imunológico fortalecido .

DUAS MANEIRAS DE VIVER A VIDA




1) COM OTIMISMO, com alegria; achando sempre que a Vida tem muitas oportunidades; se adaptando com facilidade às circunstâncias do momento; amando, se sentindo amada(o); perdoando; respeitando a si mesmo e aos outros; enfim, com a consciência de que os desafios fazem parte da sua história .
2)COM PESSIMISMO: achando dificuldade em tudo que faz; implicância generalizada; com dificuldade de amar e ser amada(o); se sentindo sem sorte e sempre vítima de uma situação. O REIKI neste caso, também pode ser considerado terapia, porque durante o tratamento, há uma expansão de consciência que trás para essa pessoa, uma nova visão da vida, mais feliz e saudável, mesmo diante das dificuldades do dia a dia.

http://elianareiki.blogspot.com.br

O REIKI DISPENSA O TRATAMENTO MÉDICO?




De maneira alguma .
O REIKI complementa e potencializa o tratamento convencional, sendo ele físico ou psicológico, inclusive reduzindo eventuais efeitos colaterais provocados por alguns medicamentos.
Hoje, mais do que nunca, a ciência reconhece que a maioria das doenças são somatizadas no físico pelo desequilíbrio desencadeado por fatores ligados ao campo emocional ( tristeza, insegurança, medo, raiva, ódio, mágoa...); ou mental ( stress, preocupações, pensamentos confusos e negativos, pessimismo,...).
A grande característica do REIKI é restaurar o equilíbrio físico da pessoa, regularizando suas funções vitais e equilibrando os campos mental e emocional, promovendo paz interior .



O REIKI PODE SER ASSOCIADO A OUTRAS TÉCNICAS?




Sim.O REIKI é complementar. Como envolve o uso de energia não polarizada, não se choca com nenhum outro sistema de cura, e sim aumenta os efeitos positivos de outras terapias como: Quimioterapia, Homeopatia, Acupuntura, Massagem, Drenagem, Psiquiatria,Fisioterapia,... Podendo também ser usado como ferramenta auxiliar da medicina em tratamentos pré e pós operatórios.


COMO SÃO DADOS OS CURSOS DE REIKI?




Os cursos(iniciações) são dados em níveis progressivos, e é importante compreender que não podemos subir uma escada de 100 degraus de uma vez só.É preciso descansar, respirar, tomar folêgo, apreciar a paisagem e então prosseguir; como não se pode também fazer os cursos de ensino básico,médio e superior de uma vez só, é fundamental estudar, aprender, amadurecer e de fato torna-se consciente do conhecimento e da prática. Esses são os níveis do Curso de REIKI:
* O primeiro nível(I) - é o principal, onde a pessoa recebe REIKI para toda a vida e aprende a ativar a Energia Vital Universal em si mesmo nos outros.
*O segundo nível(II) - possibilita através de uma técnica avançada atingir a causa de todos os males e executar cura à distância.
O terceiro nível(III) - é dividido em A e B
*O nível 3A - leva ao auto conhecimento e a ser mestre de si mesmo e também possibilita trabalhar com multidões.
*O nível 3B ou 4 é o nível de Mestre, onde pode tornar outras pessoas reikianas e Mestres de REIKI.
*Para aperfeiçoamentos tem o nível 5,6,7.
O CURSO DE REIKI é para toda a vida, passa a ser parte integrante da vida da pessoa.

Tomara, sobretudo nos dias de hoje, que toda humanidade fosse composta de pessoas que praticassem o REIKI, o mundo seria melhor.

COMO É FEITO O TRATAMENTO DO REIKI?






A sessão dura cerca de uma hora e durante este período o terapeuta vai colocando suas mãos delicadamente, sobre todos os pontos vitais do paciente, que permanece deitado sobre uma maca, ouvindo música relaxante. 
A técnica REIKI é um tratamento sistemático, que começa pela cabeça, passando pelos olhos, ouvidos, cérebro, glândulas pituitária e pineal, garganta, glândula  tireóide, depois traquéia, esôfago, coração, fígado, vesícula, estômago, baço, pâncreas, intestinos, bexiga. 
Os órgãos reprodutores são tratados pelas costas, como também pulmões, rins, glândulas supra renais, medula, coluna vertebral. 
As pernas também recebem essa energização, nas coxas, joelhos, tornozelos e pés.
O que determina o número de sessões é o grau do problema e do comprometimento emocional da pessoa. Algumas terão necessidade de receber REIKI uma ou duas vezes por semana; outras uma vez por mês. Outras ainda, em situações emergenciais como: decisões difíceis, novos projetos, necessidade de paz e equilíbrio para aumentar a sua criatividade, ou para se revitalizar, ter mais disposição e segurança .



segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

JÁ OUVIU FALAR EM REIKI?




A técnica terapêutica do Reiki tem como principal objetivo prevenir e tratar doenças por meio do equilíbrio energético efetuado pelas mãos, "tendo em mente que a doença nasce no espírito”, completa José dos Santos, Mestre Reiki.
Com Reiki, é possível diminuir os níveis de estresse, tratar de problemas, como depressão, ansiedade, insônia, dores de cabeça, gripes, alergias e asma, entre outras. “O Reiki também atinge os níveis de memória, criatividade, intuição, completa tratamentos com remédios (tratamentos homeopáticos, quimioterápicos, ou alopáticos), alivia dores crônicas e em alguns casos, acelera a cura de ferimentos”, complementa a Claudete França, psicóloga, Primeira Mestre em Reiki da América do Sul e Presidente da Associação Brasileira de Reiki.
A prática tem registros de origem no Tibet e no Japão. “Há dois séculos, depois de muitos anos de pesquisa na área de energia natural, um senhor japonês,Mestre Mikao Usui ‘redescobriu’ a fórmula dos tibetanos. Usando uma técnica específica de alinhamento com princípios da física quântica, Mikao descobriu que podia desbloquear os centros de energia do corpo. Isso permitiria, não só tratar as pessoas, mas, efetivamente, tratar a si próprio”, informa Claudete.

http://corpoacorpo.uol.com.br/corpo-e-rosto/cuidados-com-o-corpo/reiki-o-poder-da-cura-pelas-maos/2203