Starry Sun Reiki Luz Para Todos!: Abril 2015

Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de abril de 2015

INSCRIÇÕES ABERTAS CURSO DE REIKI NÍVEL I E II






Inscrições para curso de Reiki Nível I com a Mestre de Reiki Greice Peplau pelo tel: 47-91060980 até o dia 06 de maio de 2015 para maiores detalhes, sendo o primeiro encontro em grupo no dia 11 de maio de 2015, das 19h às 23h.
Reikianos que queiram refazer o curso de Reiki Nível I tem está vez desconto especial!!
VAGAS LIMITADAS!!
Visite meu blog: www.reikiluzparatodos.blogspot.com.br
Saudações Reikianas!

“O DESPERTAR” NÍVEL I
“Torne-se um canal para está energia de cura universal, aumentando imediatamente a sua força vital pessoal, e de outras pessoas através de técnicas do REIKI.




E para quem quiser dar continuidade:

Inscrições para curso de Reiki Nível II com a Mestre de Reiki Greice Peplau pelo tel: 47-91060980 até o dia 15 de maio de 2015, para maiores detalhes, sendo o primeiro encontro em grupo no dia 22 de maio de 2015, das 19h às 23h.
Reikianos que queiram refazer o curso de Reiki Nível II tem está vez desconto especial!!
VAGAS LIMITADAS!!
Visite meu blog: www.reikiluzparatodos.blogspot.com.br
Saudações Reikianas!

“A TRANSFORMAÇÃO” NÍVEL II
“Neste nível é dado ênfase aos corpos sutis (mental/ emocional) e não ao corpo físico como no nível I.”


quinta-feira, 16 de abril de 2015

UM DOS POEMAS DO IMPERADOR MEIJI - MEDICINA


Conselhos há muitos mas quais os que verdadeiramente são construtivos. Falarmos de frontalidade é falarmos de ego. Um conselho pode até ser um silêncio, a palavra mais sagrada de todas que quando floresce ilumina até o coração mais pobre.

Como iniciar estas meditações com os poemas do Imperador Meiji

Está no aqui e agora, liga-te à fonte para que estes cinco minutos de reflexão sejam vividos em plenitude. Ao vibrares por dentro, emanarás para o exterior. É assim que transformamos o que nos rodeia, começando por nós. Se quiseres, coloca as mãos em cima das pernas, com as palmas viradas para cima, ou então em posição Gassho. Esvazia a mente dos pensamentos, não serão necessários agora. Recita interiormente o poema ou então declama-o em voz alta, o que te fizer mais sentido.

Poema 59 – Medicina

O conselho
Dos sinceros
É como uma útil medicina
Mesmo para
Os saudáveis

Reflexão

Todos damos e pedimos conselhos. Por vezes só ouvimos palavras, por vezes só damos palavras. Falamos em aforismos, dogmas. Colocamos citações e inspirações. Mas, sem a sinceridade do coração puro, de pouco serve. Esse coração puro tanto é para quem o recebe como para quem dá o conselho. A diferença entre o sábio e o entendido é que o sábio não necessita de se afirmar nem se esforçar. O entendido, pelo contrário, quererá sempre dar voz à sua palavra, quererá ter palmas e aprovações. O seu coração não está no lugar certo.
Colocando-nos no aqui e agora, ligados à fonte, somos sinceros pelo nosso trabalho honesto e pela bondade. Com as mãos em gassho, esvaziamos a mente e tornamos o coração aberto. Assim flui o Reiki e fluirá o conselho sincero. Por vezes, é tempo de silêncio.




UM DOS POEMAS DO IMPERADOR MEIJI - REMÉDIOS



Qual o melhor remédio para o nosso mal? Mais uma reflexão com o Imperador Meiji,

Como iniciar estas meditações com os poemas do Imperador Meiji

Está no aqui e agora, liga-te à fonte para que estes cinco minutos de reflexão sejam vividos em plenitude. Ao vibrares por dentro, emanarás para o exterior. É assim que transformamos o que nos rodeia, começando por nós. Se quiseres, coloca as mãos em cima das pernas, com as palmas viradas para cima, ou então em posição Gassho. Esvazia a mente dos pensamentos, não serão necessários agora. Recita interiormente o poema ou então declama-o em voz alta, o que te fizer mais sentido.

Poema 14 – Remédios

Em vez de comprar
Uma grande quantidade de remédios
É bem melhor
Cuidar do próprio corpo

Reflexão

Quando estamos doentes devemos procurar a cura. Quer seja indo ao médico nas suas várias especialidades, complementando com outras terapias ou procurando medicinas alternativas. “Primum non nocere” – Primeiro não faças mal. Esta deve ser a nossa primeira atitude quando ainda estamos plenos de saúde. Cuidar de nós, não nos prejudicar, em todos os sentidos, em todos os corpos. Tal podemos alcançar com a prática de Reiki. O auto-tratamento, a elevação da consciência, a renovação e manutenção do Ki. Devemos ir ao médico regularmente, procurar os hábitos de vida saudável e mudar o que há a mudar. Se o fizermos no tempo de saúde, não precisaremos de comprar tantos “remédios”. Neste poema também podemos encontrar um sentido interior. Ao invés de se procurar tantas pílulas milagrosas, tantas respostas, olhar um pouco mais para dentro. Fazer crescer o interior. Isto é cuidar de nós, é o “Só por hoje, trabalho honestamente”.

UM DOS POEMAS DO IMPERADOR MEIJI - O CÉU





Neste poema  vamos abrir horizontes e limpar as nuvens negras do nosso coração.

Como iniciar estas meditações com os poemas do Imperador Meiji

Está no aqui e agora, liga-te à fonte para que estes cinco minutos de reflexão sejam vividos em plenitude. Ao vibrares por dentro, emanarás para o exterior. É assim que transformamos o que nos rodeia, começando por nós. Se quiseres, coloca as mãos em cima das pernas, com as palmas viradas para cima, ou então em posição Gassho. Esvazia a mente dos pensamentos, não serão necessários agora. Recita interiormente o poema ou então declama-o em voz alta, o que te fizer mais sentido.

Poema 2 – O Céu

Azul claro e sem nuvens
O grande céu
Também eu gostaria
De ter um espírito assim

Reflexão

O peso que sentimos, a falta de visão no momento de adversidade, muitas vezes se traduz como tempo nublado, céu com nuvens negras. Este desejo do Imperador Meiji, de alcançar um céu azul e sem nuvens no seu espírito é também um estímulo a nós, praticantes de Reiki, para procurar o crescimento interior. Tirar o peso de cima dos ombros ou aquela nuvem negra de cima de nós, não é tarefa simples. Muitas vezes torna-se algo exigente e longínquo.
O mestre Usui dizia que devíamos praticar os cinco princípios, os Gokai, de manhã e à noite, com as mãos em Gassho e em voz alta. Que este seria um caminho para o Satori, para a iluminação. Sem dúvida que é pelo crescimento da nossa consciência que encontramos no Reiki “um segredo para a felicidade”. Assim, sempre que a nuvem escura se aproximar – Parar! Recitar os cinco princípios! Deixar fluir! “Só por hoje, sou calmo”.
Ao fazer vibrar estes princípios em nós, encontramos a força interior que nos fará alcançar o céu azul e limpo do nosso espírito.

UM DOS POEMAS DO IMPERADOR MEIJI – A ONDA




Fluir como a água, compreendendo os seus vários estágios.

Como iniciar estas meditações com os poemas do Imperador Meiji

Está no aqui e agora, liga-te à fonte para que estes cinco minutos de reflexão sejam vividos em plenitude. Ao vibrares por dentro, emanarás para o exterior. É assim que transformamos o que nos rodeia, começando por nós. Se quiseres, coloca as mãos em cima das pernas, com as palmas viradas para cima, ou então em posição Gassho. Esvazia a mente dos pensamentos, não serão necessários agora. Recita interiormente o poema ou então declama-o em voz alta, o que te fizer mais sentido.

Poema 10 – A Onda

Num momento tempestuosa
No outro, calma
A onda do oceano
É na verdade
Tal qual a existência humana

Reflexão

Em cima, em baixo. Alegre, triste. Vitorioso, derrotado. Assim é a vida na sua dualidade. Encontramos o Yin e Yang em tudo na nossa existência. O grande desafio é encontrarmos o caminho do meio, aquela linha que passa entre Yin e Yang, a que traz equilíbrio e serenidade. A onda do oceano representa os vários estágios da nossa vida. Mas, como a água, devíamos aprender a ser flexíveis e resistentes, serenidade e força. Só por hoje, confio. Em mim, no universo.

Onde estudar mais os poemas do Imperador Meiji

Estes poemas encontram-se descritos e interpretados no livro Reiki como Filosofia de Vida, de Johnny De’ Carli, Editora Dinalivro. 

OS POEMAS DO IMPERADOR MEIJI PARA ELIMINAR OS PENSAMENTOS



A Associação do Mestre Usui (Usui Reiki Ryoho Gakkai), no Japão, tem dois propósitos muito concretos, no que diz respeito aos métodos da Terapia Reiki – A eliminação dos pensamentos; Os cinco princípios. Os pensamentos podem alterar a nossa percepção e predisposição na terapia, alterando a capacidade de receber e trabalhar com Reiki. Os princípios auxiliam-nos a ultrapassar as nossas limitações e a crescer mental, emocional e espiritualmente.
Neste excerto do Manual da Terapia Reiki (Reiki Ryoho no Shiori), é explicada a importância dos poemas do Imperador Meiji, pois é através deles que os praticantes japoneses limpavam a mente e se mantinham concentrados na sua meditação ou terapia. Como diziam «entoa os poemas do Imperador Meiji e elimina todos os teus pensamentos.»

A razão de entoar os poemas do Imperador Meiji

O Imperador Meiji foi o que teve uma capacidade espiritual excelente, entre os sucessivos imperadores. O seu grande caracter foi descrito como que a aura da sua grande virtude brilhava para todos como um raio de sol, o seu afeto era tão profundo como o oceano e a sua vontade era inamovível e no entanto misericordiosa como a da Mãe Natureza.
Toda a agitação que ocorreu no país desde o final do período Edo fizeram-no mais forte e alimentaram-no, e tornou-se, mais tarde, um herói de sucesso. Lideres e oficiais de sucesso, que vivenciaram muitas dificuldades nesses tempos, também tiveram excelente qualidade de personalidade, no entanto, quando apareciam diante do imperador, suavam muito, mesmo no inverno frio. Isto não era por ele ser um imperador nobre por quem o povo sentia algo de formidável mas porque a radiância do seu corpo os fazia sentir calor.
Quando o presidente Roosevelt visitou o Japão e conheceu o imperador, ele admirou o seu carácter e descreveu, «Quer no este ou oeste, nunca encontrarão ninguém melhor, que tem tal qualidade em si, que o Imperador Meiji. O povo japonês é muito felizardo por o ter como líder do país para a sua prosperidade à qual estão prometidos…»
O Imperador Meiji era um homem sereno mas expressava os seus pensamentos nos seus inúmeros poemas e cada um deles muito reconhecido pela literatura moderna.
Compôs este seu famoso poema após a guerra russo-nipónica ter terminado:
Yomo no umi
Mina harakarato omou yoni
Nado nami kaze no tachinaramu
Significa que neste dia e tempo, muitos pensam que somos todos amigos em todos os países mas então, porque estão as ondas em tantos oceanos tão perturbadas?
O Mestre Usui, o fundador da nossa associação, respeitava a virtude do Imperador da mesma forma como uma criança respeita os seus pais e escolheu 125 poemas como guias para o seu estudo da terapia Reiki. Os seus princípios têm sido, tradicionalmente, mantidos na nossa associação, até agora e esperemos que assim continuem sendo!
(Fim do trecho)
O Imperador Meiji
Esta explicação da importância do Imperador Meiji, permite-nos compreender o respeito e consideração que o povo japonês tinha e tem por ele. Ao visitar o Santuário Meiji, onde o Imperador e Imperatriz estão sepultados, pude constatar a reverência, o respeito e desejo que os japoneses têm na procura da sabedoria do Imperador para os auxiliar na sua vida. Sem dúvida que estes poemas são de uma grande lucidez e podem ajudar-nos a manter a mente limpa e o coração predisposto. O Mestre Usui, ensinava os seus alunos a entoarem estes poemas, para que eles se mantivessem vivos na mente e assim pudessem brilhar no coração, impedindo que outros pensamentos mais desgastantes ou de menos valor sobressaíssem.

DIA MUNDIAL DA SAÚDE COM REIKI



Desde 1950 que a 7 de Abril se comemora o Dia Mundial da Saúde, que é um dia de tomada de consciência da saúde, um alerta às grandes epidemias e doenças ainda não curadas. Hoje em dia não podemos encarar a doença apenas como ausência de saúde, sendo essa meramente física. Encontramos hoje as novas dimensões do homem – o campo mental, emocional e mesmo espiritual e energético. São novos conceitos nem sempre fáceis de aceitar, muitas vezes à luz de evidência, numa área que as requer. Muitas têm sido as investigações credíveis sobre Reiki e os seus efeitos, assim como sobre as dimensões do Homem. Tudo para que melhor possamos compreender quem somos, como funcionamos e como, em caso de doença, possamos voltar a alcançar o equilíbrio.
O presidente da Usui Reiki Ryoho Gakkai, Houichi Wanami, indicava nos anos 70 que «a terapia Reiki funciona ao nível subconsciente, ajuda fortemente a melhorar a capacidade autocurativa que existe no teu corpo e tenta curar a doença ou prevenir de ficares doente». Logo por aqui vemos como é importante compreender uma outra realidade sobre a pessoa – a capacidade autocurativa, o subconsciência, a psicossomática, a energia.
Hoje, além de olharmos para as epidemias que surgem pelas condições que nós mesmos criamos em laboratórios, ou pelas condições sociais, a área da saúde precisa de se voltar para a saúde mental. Cada vez mais pessoas sofrem de ansiedade, depressão, tristeza, exaustão e não podem apenas encontrar soluções em químicos que, se por um lado ajudam, por outro lado trazem sofrimento e mais doença. Assim como a área da saúde deve unir-se e trabalhar em conjunto para a solução do Cancro. Não denegrir soluções complementares e apenas as recomendar quando nada mais há a fazer mas sim logo de início olhar para a pessoa, como uma pessoa e como um todo.
Gostava de ver a próxima celebração do Dia Mundial da Saúde sem crises nos hospitais, com maior união, consideração e aplicabilidade das medicinas tradicionais e terapias complementares. O caminho está ainda longe e da nossa parte, praticantes de Reiki, cabe fazer cada vez mais e melhor para o alcançarmos. A saúde merece ser respeitada, o nosso trabalho deve ser consciente. «Só por hoje, sou grato», pelos desafios e pela oportunidade de praticar Reiki. Que ele possa chegar a cada vez mais pessoas, para o seu equilíbrio e felicidade.


REIKI PARA GESTANTES DO PRÉ AO PÓS PARTO



A saúde da mulher fica muito mais vulnerável durante a gravidez - e não à toa: por nove meses, o organismo tem de dar conta das necessidades de duas vidas. Mas os problemas costumam ficar restritos ao pré-natal e podem ser minimizados com o acompanhamento médico adequado associado ao Reiki. 

Benefícios do Reiki para Gestantes: - Harmonizar a mãe e o bebê - Equilibrar as mudanças emocionais bruscas - Aliviar inchaços e dores e,principalmente, traz uma grande sensação de paz interior e ligação com a criança. -Problemas cardíacos -Depressão -Ansiedade -Problemas de digestão No início da gravidez: para ajudar a aliviar o stress e o desconforto que uma grávida pode sentir nesta fase e, simultaneamente, aumentar o fluxo de energia que se transmite entre estes dois seres. É um momento único de comunhão de energia entre mãe e filho.Durante a gravidez:o Reiki diminui ansiedades, náuseas e insônias na futura mamãe enquanto acalma, relaxa e promove o desenvolvimento em harmonia do bebê. No parto: ter recebido Reiki, ajuda a controlar a dor sentida, facilitando o trabalho de parto por uma maior capacidade de relaxamento e controle e emocional. No pós-parto: o Reiki auxilia a mãe a sentir-se mais serena e a gerir melhor a montanha de emoções que habitualmente surgem nesta fase, como a depressão pós-parto. É comum a referência à espantos a saúde com que nascem alguns bebês em que as mães fizeram Reiki durante a gravidez, e ainda a ausência ou redução substancial de cólicas, além de uma gestação tranqüila e equilibrada. A energia vital tem um papel importante em tudo o que fazemos. Anima o corpo e também é a força principal de nossas emoções e pensamentos. Na gestação, é uma forma prazerosa e saudável para descobrir o silêncio da paz interior, da consciência do vínculo psíquico e emocional que existe entre mãe e bebê desde o início da gravidez. Também é indicado para o relaxamento corporal, reduzindo ansiedade e stress. O bebê também pode usufruir dos benefícios do Reiki. É indicado para auxiliar na adaptação a nova vida.Alguns problemas durante a gestação que o reiki ajuda a prevenir, minimizar e curar : O diabetes gestacional é diagnosticado por volta da 26ª semana. O exame de glicemia, no entanto, deve ser feito desde o início da gravidez, sendo repetido a cada três meses, tanto para acompanhar as variações da taxa de açúcar no sangue, quanto para controlar a doença. O controle pode ser feito por medicamentos ou com simples mudanças nos hábitos alimentares. 26ª semana. E por quê?Em torno do sexto mês de gravidez, o feto passa a consumir mais glicose para ganhar peso, daí a maior probabilidade de surgirem problemas relacionados às taxas de açúcar nesse período. Na ocasião, ocorre um aumento de hormônios placentários, que estimulam a produção de insulina circulante no sangue materno com a finalidade de manter a glicose dentro da célula fetal. Algumas pacientes não são capazes de produzir insulina suficiente para permitir que a glicose vá para o bebê, fazendo com que o açúcar extra permaneça em seu próprio sangue, levando à hiperglicemia. Quando a gestação acaba, a necessidade de produzir mais insulina também acaba, dando fim ao diabetes. Os sangramentos são outro fantasma que assustam as futuras mamães. "Eles podem ser indícios de abortos, daí a preocupação", afirma a obstetra. Pressão alta é outra disfunção que pode ser detectada durante os três primeiros meses. A especialista afirma que a incidência de hipertensão é maior na primeira gravidez ou no primeiro filho de gestações de pais diferentes, devido ao caráter imunológico do organismo da mulher. Essa reação imunológica acontece porque a mãe reconhece o filho como algo estranho ao seu organismo, já que, geneticamente, 50% do feto é composto pelo pai. Mulheres acima dos 35 anos também são mais suscetíveis à pressão alta. Chamada de hipertensão crônica, este tipo de quadro desenvolve-se em mulheres que já apresentavam oscilações na pressão arterial antes de engravidar. Fatores como sedentarismo e peso em excesso aumentam a probabilidade da doença se manifestar. Uma ultrassom, no entanto, é suficiente para mostrar a situação das artérias. "Notar sintomas simples, como aumento demasiado de peso e inchaço, também ajuda no diagnóstico". Medir a pressão mensalmente é importante para manter o controle, caso a hipertensão já esteja instalada. A faixa etária mais avançada também torna as mulheres mais vulneráveis aos problemas relacionados à tireóide - glândula que produz os hormônios responsáveis por acelerar ou retardar o metabolismo. O hipo ou hipertireodismo são detectados por meio de exames de sangue.Peça ao seu médico. Já nos últimos três meses, os sangramentos novamente merecem atenção especial. Eles podem significar deslocamento da placenta, levando ao nascimento prematuro, ou sinais de placenta prévia, casos em que a placenta cobre parcial ou totalmente o colo uterino. Neste último caso, a indicação é que a mulher fique de repouso até o final da gravidez, a fim de evitar uma precoce contração uterina. Para mais informações, entre em contato com o seu médico e procure um terapeuta reikiano para associar o tratamento junto com o pré-natal.

“Se a nossa vibração estiver em uma frequência superior, atrairemos o OURO da VIDA...” (Buda)


REIKI PARA ANIMAIS



por Maiana Lena 


Reiki é um tratamento através da imposição das mãos, de apoio completo, indolor e sem riscos. Reiki não substitui uma consulta ao veterinário e nem interfere nos tratamentos convencionais; ao contrário, acentua o efeito benéfico de qualquer tratamento, medicamento ou conduta adotada pelo médico veterinário. 

Reiki pode beneficiar o animal minimizando ou eliminando os efeitos colaterais que possam aparecer em função dos medicamentos. 

Cães, Gatos e outros animais respondem bem a esta técnica, proporcionando o bem-estar e prolongando o tempo de vida . Os animais recebem do Reiki os mesmos benefícios que as pessoas. Apenas têm uma resposta mais rápida. Os animais nos curam quando sentem-se felizes ao serem afagados e nós podemos curá-los quando retribuimos esse Amor. 

Aqui no Brasil já são utilizadas várias outras formas alternativas de tratamentos, Acupuntura, Homeopatia, Fitoterapia, Florais, etc., sempre complementares ao tratamento veterinário. Sendo que em casos de estresse, medos e outras somatizações de fundo emocional podem ser tratados apenas com Reiki. Da mesma maneira que as pessoas, os animais sentem medo, se emocionam, têm bloqueios, traumas, dores crônicas, tem alergias, indisposição, ficam ou vivem estressados, sofrem com efeitos de remédios ou tratamentos doloridos, enfim, são operados e também passam por um período pós-cirúrgico que sempre é acompanhado de algum incômodo.
Muitos animais trabalham em nível energético, particularmente o cão e o gato domésticos. O cão tem uma natureza muito fiel àqueles a quem ele considera como a sua família. Muitas vezes, o cão tirará energeticamente a energia negativa de seu campo de energia. Naturalmente, se houver muita energia negativa o cão pode e ficará doente, e algumas vezes até morrerá devido à grande quantidade de energia negativa que foi "tirada" de seus donos. Já a capacidade do gato é bem maior em reciclar energias negativas no ambiente e em seus donos. O reiki é um poderoso reciclador de energias nestes casos. Reiki sempre traz benefícios. Não é um tratamento invasivo e os animais gostam. Quando não querem eles simplesmente se afastam!

Reiki em cães é muito bom. Pode beneficiar no caso de estresse, medos, acalma animais hiperativos, acelera cicatrizações, intensifica o tratamento do veterinário. A única contra-indicação em humanos e não-humanos é relacionada a anestesias de maneira geral. Então, é muito utilizado em pós-cirurgia, nunca antes ou durante o período da anestesia. A posição das mãos o(a) Reikiano escolhe. Os animais como cães, cavalos e outros que gostam de ser tocados se deixam tocar com mais facilidade que gatos. Quando não dá para colocar as mãos no animal, faz-se a distância ( com nível 2 de Reiki ) e por 15 minutos a 20 minutos. Quando é feito presencial depende do quanto o animal permitir! 10 ou 15 minutos é um tempo bom, embora se possa fazer horas por dia em casos de extrema necessidade. O animal reaje rapidamente à cura. A cura pode acontecer em uma única sessão em alguns casos ou dentro de 1 a 2 dias aplicando reiki algumas vezes consecutivas ao dia.


REIKI UMA TERAPIA PODEROSA




No clima da chegada do 3º Milênio, as pessoas estão buscando uma nova perspectiva a problemas e dificuldades. Existe uma consciência cada vez mais aparente que a cura acontece além do nível físico - é o poder da mente integrado com a matéria - e as pessoas estão descobrindo uma nova frequência vibratória de amor no planeta. Não podemos mais separar um do outro e querer manter qualquer esperança de vivermos integralmente, pois estamos movendo para uma nova consciência coletiva de paz e harmonia através dos Portais da Nova Era. O Reiki nos proporciona a oportunidade de retirar as vendas que cobrem nossos olhos, confundindo nossa consciência e dificultando a percepção clara da Verdade.
O Reiki é uma terapia poderosa que pode ajudar o indivíduo a aumentar seu nível de consciência e intuição, mostrando o caminho para se mostrar mais finamente sintonizado com seu Eu Superior e com o Universo Reiki permite a cada pessoa canalizar enormes quantidades de energia aumentando o seu nível vibratório como um todo. Os benefícios do Reiki:
  • A chave do Reiki é a sua simplicidade, se encontrando ao alcance de todos. Não existe limite de idade ou a exigência de qualquer condição prévia.
  • O ensino da técnica de Reiki é rápido, podendo cada nível ser ministrado em Seminários de apenas um dia.
  • Reiki é uma modalidade curativa segura, sem efeitos colaterais ou contra-indicações.
  • Reiki é uma terapia sem restrições religiosas ou filosóficas.
  • Durante os Seminários de Reiki, a harmonização energética recebida pelo participante permite que o mesmo aplique ReIki imediatamente e pelo resto de sua vida.
  • Reiki é uma excelente técnica para o equilíbrio dos sete principais Chakras.
  • Reiki alivia rapidamente as dores físicas e serve igualmente para o auto-tratamento quanto para o tratamento de outras pessoas, animais e plantas.
  • Reiki trabalha de forma holística, atuando nos corpos físico, emocional, mental e espiritual, permitindo o retomo à felicidade e harmonia.
  • É uma prática terapêutica reconhecida pela Organização Mundial de Saúde.

REIKI A TERAPIA DO REJUVENESCIMENTO




O REIKI é uma milenar arte oriental de Cura - Seu processo promove o encontro da Energia Cósmica com nossa porção física, energizando-nos a nível celular e restaurando a saúde desde a primeira aplicação. Constitui-se numa energização poderosíssima que integra e potencializa os sistemas de cura do corpo, podendo ser auto-aplicado ou em outras pessoas, animais e plantas.
Hoje, é um método consagrado, sendo reconhecido como Terapia pela Organização Mundial de Saúde. Nos Estados Unidos é aplicado em muitas instituições de saúde, como o The Medical Center of Central Massachusetts e o New London Hospital. Suas vantagens e benefícios são inumeráveis, mas podemos destacar:
O REIKI se encontra ao alcance de todos, independentemente de idade ou estado de saúde; possibilita o auto-tratamento, promovendo relaxamento, liberações das tensões, desbloqueio das emoções, fortalecimento do sistema imunológico, entre vários outros efeitos diretos como o alívio da insônia e de dores físicas, trabalha de forma holística atuando nos corpos físico, emocional-mental e espiritual, permitindo o retorno ao estado de felicidade e harmonia. Sua aplicação é segura, sem efeitos colaterais ou contra-indicações, sendo compatível com qualquer outra terapia. Sua técnica não fica obsoleta, sendo a mesma há milhares de anos. Permite a reprogramação de eventos passados e a programação de eventos futuros.
É fundamental, pois possibilita a recomposição rápida das energias despendidas no dia-a-dia. Promove rejuvenescimento através da mudança celular que possibilita as novas células nascerem energizadas e potencializadas com a ENERGIA REIKI. É um excelente meio para o equilíbrio dos sete principais Chacras. Permite a limpeza e a energização de ambientes, pedras, medicamentos naturais e químicos, bem como de qualquer espaço ou objeto. É uma Terapia sem restrições religiosas ou filosóficas, não necessitando de Talismãs, Preces, Visualizações, Mentalizações, fé ou qualquer objeto para sua aplicação prática;

O TEMPO E O REIKI



Nos dias que correm, o tempo e a liberdade são quase torturas. O tempo é consumido com os afazeres e exigências sociais, a liberdade condicionada pelos mesmos. Ao iniciarmos o Reiki, descobrimos que precisamos de tempo. Para meditar, reflectir sobre o que há a mudar, para aplicar a mudança e realizar o auto-tratamento. O Reiki é simples mas afinal exige tempo. Será?
Algo que aprendi ao longo deste caminho de Reiki é que é algo tão simples que pode estar totalmente integrado na nossa vida. Ao lavar a louça, ao cozinhar, posso meditar. Ao acordar, em cada pausa, em apenas um minuto, posso recitar calmamente os cinco princípios de Reiki. Se vejo televisão ou vou ao cinema, posso colocar as mãos em cima do meu corpo e deixar fluir a energia para onde é mais precisa. Afinal, consegue-se integrar esta prática e filosofia de vida, praticamente em tudo o que fazemos.
No entanto, talvez seja necessária uma reavaliação da vida. O que é realmente necessário e o que é acessório? O Imperador Meiji leva-nos também a essa reflexão:
60 – Em Geral
Mesmo um atarefado
Pode arranjar tempo
Seja para o que for
Que realmente queira 
Fazer
Se o dia continua com vinte e quatro horas, se continuamos com as mesmas necessidades básicas, como então ter tempo para o que realmente queiramos fazer?
O Mestre Mikao Usui advertia-nos para “Só por hoje, sou calmo”. Na prática da serenidade, encontramos as pedras que podem perturbar o nosso lago de tranquilidade. Porque não remover essas pedras?
Quando é que uma tarefa é mesmo um dever?
No Ashtavakra Gita, o sábio Ashtavakra diz ao seu discípulo – Se pensas em ti mesmo como estando livre, estás livre, e se pensas de ti mesmo como estando aprisionado, estás aprisionado.”
Então o que pensamos de nós mesmos?
No quinto princípio de Reiki, temos “Só por hoje, sou bondoso”. A bondade começa em nós, é ela que nos ilumina e alivia.
Para eu encontrar tempo para fazer o que devo, aquilo que realmente me irá ajudar no meu caminho, devo praticar a calma e a bondade, no fundo, é a prática constante dos cinco princípios, que nos leva à elevação da consciência.
O Reiki não é uma exigência, é uma alegria.

AS 14 PRÁTICAS DA PLENA CONSCIÊNCIA



OS 14 TREINAMENTOS DA PLENA CONSCIÊNCIA E DA ORDEM DE “INTERSER”, DO MONGE ZEN THICH NHAT HANH

É um compêndio de intenções e determinações para a vida: os 14 treinamentos e preceitos listados abaixo contém visões de auto-conhecimento e de entendimento em relação a si mesmo e às outras pessoas criado por um dos mestres zen-budistas vivos mais populares de nossa época. É impressionante a capacidade de transmissão do monge vietnamita Thich Nhat Hanh (“O Coração da Compreensão”, “Velho Caminho, Nuvens Brancas: Seguindo as Pegadas do Buda”), um mestre que ensina e inspira com uma simplicidade incrível. Durante a tradução, já no terceiro preceito, senti uma imensa paz, um impulso de parar, me encostar na cadeira e soltar tudo. Leia e veja por você mesmo como esses 14 treinamentos conscientes lhe falam.
A tradução abaixo foi feita por este blog baseado num post revisado em inglês do blog Luz de Atención Constante, que por sua vez publicou a partir da Plum Village Online Monastery, o centro zen mais conhecido de Thich Nhat Hanh nos Estados Unidos. Segundo o post, essa transmissão foi feita pelo próprio Thay (como é conhecido carinhosamente Thich Nhat Hanh) em fevereiro de 2012na Cerimônia da Grande Ordenação. Há outras versões e traduções, e a em português mais conhecida foi realizada a partir do que o centro de meditação Zen espanhol Jikô-An, em Granada (Espanha), divulgou e que pode ser visto em sites como O Calango Abstrato.
Seguem os 14 Treinamentos da Plena Consciência e da Ordem do Interser, por Thich Nhat Hanh.
As 14 práticas da plena consciência, são um guia para a autoconsciência, autoconhecimento da pessoa, segundo Thich Nhat Hanh. É um guia de boas práticas para connosco e para com os outros.
//////////
O Primeiro Treinamento Consciente: Abertura
Conscientes do sofrimento criado pelo fanatismo e intolerância, nós nos determinamos a não idolatrarmos ou nos apegarmos a nenhum doutrina, teoria ou ideologia, nem mesmo as budistas. Somos comprometidos a ver os ensinamentos Budistas como meios de guia que nos ajudam a aprender a olhar profundamente e a desenvolver compreensão e compaixão. Não há doutrinas para combater, matar ou morrer por. Entendemos que o fanatismo em suas várias formas é o resultado das coisas percebidas em uma maneira dualística e discriminativa. Nós treinamos a nós mesmos para olhar para tudo com abertura e a percepção do interser para transformar o dogmatismo e a violência em nós mesmos e no mundo.

Não idolatrar nenhuma doutrina, teoria, seja ela qual for, incluindo o Budismo. Os sistemas de pensamento budistas devem ser considerados como guias para a prática e não como a verdade absoluta. 

A prática relacionada com o Reiki

É meu lema ter Mente Limpa e Coração Predisposto para a prática de Reiki. Estar aqui e agora, predisposto ao fluir e à vivência. Ao termos presente o quinto princípio – Só por hoje, sou bondoso – praticamos a abertura. A aceitação de quem somos, de quem é o outro. De que não conseguimos mudar o mundo mas que nos conseguimos mudar a nós próprios. Não nos podemos condicionar em fronteiras nem limitar pelas nossas crenças. Um espírito aberto e vasto, crítico e flexível, ajuda-nos a criar um ecosistema cada vez mais vivo e colaborativo. Como o poema 2 “Céu”, do Imperador Meiji:
Azul claro e sem nuvens
O grande céu
Também eu gostaria
De ter um espírito assim

O Segundo Treinamento Consciente: Desapego a Opiniões
Conscientes do sofrimento criado pelo apego a opiniões e percepções erradas, nós nos determinamos a evitar sermos limitados mentalmente e apegados a opiniões. Somos comprometidos a aprender e a praticar o desapego das visões e sermos abertos para as percepções e as experiências dos outros para que possamos nos beneficiar da sabedoria coletiva.  A percepção é revelada através da prática de ouvir compassionalmente, olhar profundamente e nos soltarmos das noções ao invés de acumular conhecimento intelectual. Temos ciência que o conhecimento que temos neste momento não é imutável nem a verdade absoluta. A verdade é encontrada na vida, e nós observaremos a vida dentro de nós e ao nosso redor em cada momento, prontos a aprender através de nossas vidas.  

Não pensar que se possui um saber imutável ou a verdade absoluta. Há que evitar a estreiteza da mente e o apego aos pontos de vista pessoais. Aprender a praticar a via do não apego de maneira a permanecer aberto aos pontos de vista dos outros. A verdade só pode ser encontrada na vida e não nos conceitos. Há que estar disponível para continuar a aprender ao longo de toda a vida e a observar a vida em si mesmo e no mundo.

A prática relacionada com o Reiki

Ser praticante de Reiki, Mestre de Reiki, requer uma grande dose de humildade. A primeira necessidade desta humildade está na acção – não somos nós que curamos, apenas somos veículos por onde flui o Reiki. A segunda está na aprendizagem – Nunca devemos parar de aprender e de olhar para o Reiki com olhos de criança e aprendiz. Alguém dizer que já sabe tudo sobre Reiki é assumir que parou no tempo e já pouco tem para dar quando o tempo muda. A terceira acção está no colocarmo-nos ao mesmo nível que todos – Ninguém é melhor que ninguém, ninguém está acima ou abaixo de ninguém. Todos Somos. Se em nós se despertar a compaixão, esta é uma verdade que se sente. Se preferirmos ouvir o Ego, então o ciclo de satisfação/insatisfação estará sempre presente. A este treino consciente, podemos associar o quarto princípio de Reiki – Só por hoje, trabalho honestamente. A honestidade leva-nos a compreender como somos Um feito de Todos. Assim, em plena consciência, vamos praticando o desapego a opiniões. Às dos outros e às nossas próprias.

O Terceiro Treinamento Consciente: Liberdade de Pensamento
Cientes do sofrimento trazido quando nós impomos nossa visão aos outros, estamos determinados a não forçar os outros, mesmo nossos filhos, seja por que maneira for — como autoridade, ameaça, dinheiro, propaganda ou doutrinamento — a adotar nossas visões. Estamos comprometidos a respeita o direito dos outros de serem diferentes, a escolherem o que acreditar e como decidir. Nos vamos aprender, entretanto, a aprender a ajudar os outros a se desapegarem e transformar a visão limitada através de um discurso amoroso e um diálogo compassivo.

 Não forçar os outros, incluindo as crianças, a adoptar os nossos pontos de vista seja por que meios forem: autoridade, ameaça, dinheiro, propaganda ou educação. Respeitar as diferenças entre os seres humanos e a liberdade de opinião de cada qual. Saber, no entanto, utilizar o diálogo para ajudar a renunciar ao fanatismo e à estreiteza do espírito.

A prática relacionada com o Reiki

Na filosofia de vida do Reiki, os Gokai deixados pelo Mestre Usui, temos o quinto princípio – Só por hoje, sou bondoso. A bondade, o bem que cresce no coração, a fonte do amor incondicional, eleva-nos, transcende-nos além da posse e do apego. Também consideramos os pensamentos, os direitos, os outros como nossos, quando no fundo, nada possuímos. Na prática de Reiki, descobrimo-nos e encontramos a importância do respeito e da liberdade, alojados no chakra esplénico. Eu sou livre, o outro é livre. Se considero o outro como posse, também eu não sou livre. Liberdade é algo de interior e único em nós, partilhado através da bondade. Como diz o imperador Meiji no seu poema “O espírito”.
Seja o que for que aconteça
Em qualquer situação
É meu desejo
Que o meu espírito se mantenha
Sem fronteiras

O Quarto Treinamento Consciente: Ciência do Sofrimento
Cientes que olhando profundamente para nosso próprio sofrimento pode nos ajudar a cultivar entendimento e compaixão, estamos determinados a voltar para nossa própria casa, a reconhecer, aceitar, abraçar e ouvir nosso próprio sofrimento com a energia da atenção. Faremos nosso melhor para não fugir de nosso próprio sofrimento ou encobri-lo através do consumo e sim praticar a respiração e a caminhada consciente para olhar profundamente nas raízes do nosso sofrimento. Sabemos que só podemos encontrar o caminho para a transformação do sofrimento quando entendemos as raízes de sofrimento. Assim que entendermos as raízes do nosso próprio sofrimento, seremos capazes de entender o sofrimento dos outros. Estamos comprometidos a encontrar maneiras, incluindo contato pessoal ou usando telefone, meios eletrônicos, audiovisuais e outros para estarmos com aqueles que sofrem, para que possamos ajudá-los a transformar seus sofrimentos em compaixão, paz e alegria.

Não evitar o contacto com o sofrimento nem fechar os olhos diante dele. Não perder a plena consciência sobre a existência do sofrimento no mundo. Encontrar meios de aproximação para com os que sofrem, seja mediante contactos pessoais, visitas, imagens, sons. Despertar e despertar os outros para a realidade do sofrimento no mundo.

A prática relacionada com o Reiki

A auto-consciência é um processo que é desenvolvido com a prática da meditação Gassho. Fechar os olhos, estar no aqui e agora, ligar à fonte e deixar fluir a energia. Ter atenção aos locais e emoções em desequilíbrio é entrar em contacto com a nossa consciência do nosso próprio sofrimento. Através da prática do auto-tratamento, equilibramos as insuficiências e os excessos, através dos cinco princípios, equilibramos o nosso Ser, elevando a consciência. Só por hoje, trabalho honestamente, permite ser verdadeiro connosco, se ciente do sofrimento e com calma, confiança, gratidão e bondade, procurar e levar a cura.

O Quinto Treinamento Consciente: Viver com Saúde e Compaixão 
Cientes que a felicidade está enraizada na paz, solidez, liberdade e compaixão, estamos determinados a não acumular patrimônio enquanto milhões estão com some ou morrendo nem colocar como objective de nossas visas a fama, o lucre, o patrimônio ou o prazer sensual, que pode trazer muito sofrimento e desespero. Praticaremos o olhar profundo no modo como nutrias nosso corpo e nossa mente com comidas saudáveis, impressões de sentidos, vontade e consciência. Estamos comprometidos a não apostar ou usar álcool, drogas ou quaisquer outros produtos que tragam toxinas para o nosso corpo ou para o corpo coletivo e a consciência tais como certos sites, jogos eletrônicos, programas de TV, filmes, revistas, livros e conversas. Vamos consumir de um modo que preserve a compaixão, a paz, a alegria, o bem estar em nossos corpos e consciências e nos corpos de consciências de nossas famílias, nossa sociedade e a Terra.

O Sexto Treinamento Consciente: Cuidando da Raiva
Cientes que a raiva bloqueia a comunicação e cria sofrimento; estamos comprometidos e cuidar de nossa energia da raiva quango ela aparece, a reconhecer e a transformar as sementes da raiva que jazem profundamente em nossas consciências. QUando a raiva se manifesta, estamos determinados a não fazer ou dizer nada, mas praticar a respiração consciente ou a caminhada consciente para reconhecer, abraçar e olhar profundamente para nossa raiva. Sabemos que as raízes da raiva não estão fora de nós mesmos mas que podem ser encontradas em nossas percepcões erradas e falta de entendimento do sofrimento em nós mesmos e na outra pessoa. Ao contemplar a impermanência, seremos capazes de olhar com os olhos da compaixão para nós mesmos e aqueles que pensamos serem as causas da nossa raiva, e reconhecer a preciosidade de nossos relacionamentos. Praticaremos a Correta Diligência para nutrir nossa capacidade de entendimento, amor, alegria e inclusão, gradualmente transformando nossa raiva, violência, medo e ajudando os outros a fazer o mesmo.

Lembrando de um dos princípios do REIKI só por hoje não sinto raiva!

O Sétimo Treinamento Consciente: Vivendo Felizes no Momento Presente
Cientes que a vida está disponível apenas no momento presente, estamos comprometidos a treinar a nós mesmos para viver profundamente cada momento da vida diária. Tentarmos não nos perder na dispersão ou ser carregados por arrependimentos do passado, preocupações sobre o futuro, vicios, raiva ou inveja no presente.  Praticaremos a respiração consciente para estarmos conscientes do que está acontecendo aqui e agora. Estamos determinados a aprender a arte da vida consciente tocando elementos novos, curativos e maravilhosos que estão dentro de nós e ao nosso redor, em todas as situações. Assim, seremos capazes de cultivar as sementes da alegria, da paz, do amor, e do entendimento em nós mesmos, facilitando assim o trabalho de transformação e cura da nossa consciência. Estamos cientes que a felicidade depende primariamente da nossa atitude mental e não de condições externas, e que podemos viver felizes no momento presente simplesmente lembrando que nós já temos mais do que as condições suficientes para sermos felizes.

O Oitavo Treinamento Consciente: Comunidade & Comunicação Verdadeira
Cientes que a falta de comunicação sempre traz separação e sofrimento, estamos comprometidos em treinar a nós mesmos na prática de ouvir compassivamente e de falar amorosamente. Sabendo que a comunidade verdadeira está fundamentada na inclusão e na prática concreta da harmonia de opiniões, pensamento e fala, praticaremos o compartilhamento do nosso entendimento e experiências com os integrantes da nossa comunidade para chegarmos a uma conclusão coletiva. Estamos determinados a aprender a ouvir profundamente sem julgar ou reagir, e a reter nossas palavas que podem criar discórdia ou causar a quebra da comunidade. Quando as dificuldades surgirem, vamos nos manter em nossa Sangha e praticar o olhar profundo em nós mesmos e nos outro para reconhecermos todas as causas e condições, incluindo nossas próprias energias do hábito, que trouxeram as dificuldades. Assumiremos a responsabilidade por todas as maneiras que podemos ter contribuido para o conflito e mantermeos a comunicação aberta. Não nos comportaremos como vítimas mas seremos ativo na busca de maneiras para reconciliar e resolver todos os conflitos, mesmos os pequenos.

Lembrando outro princípio do REIKI só por hoje sou honesto!

O Nono Treinamento Consciente: Fala Verdadeira e Amorosa
Cientes que as palavras pode criar felicidade ou sofrimento, estamos comprometidos a aprender a falar sinceramente, amorosamente e construtivamente. Usaremos apenas palavras que inspirem alegria, confiança e esperança assim como promovam reconciliação e paz em nós mesmos e entre as pessoas. Falaremos e escutaremos de uma maneira que possamos nos ajudar e ajudar os outros a transformar o sofrimento e ver uma maneira de sair de situações difíceis. Estamos determinados e não dizer inverdades por interesse pessoal ou para impressionar as pessoas, nem proferir palavras que possam causar divisão ou ódio. Protegeremos a alegria e a harmonia de nossa Sangha contendo a fala sobre defeitos de outras pessoas em suas ausências e sempre perguntado a nós mesmos se nossas percepções estão corretas. Falaremos apenas com a intenção de entender e ajudar a transformar a situação. Não repassaremos rumores nem criticaremos ou condenaremos coisas que não temos certeza. Daremos nosso melhor para denunciar situações de injustiça, mesmo em situações em que isso possa nos trazer dificuldades ou ameaçar nossa segurança.

O Décimo Mandamento do Treinamento Consciente: Protegendo e Nutrindo a Sangha
Ciente que a essência e o objetivo de uma Sangha é a prática do entendimento e da compaixão, estamos determinados a não usar a comunidade Budista para o poder ou lucro pessoal ou para transformar nossa comunidade em um instrumento político. Entretanto, como membros de uma comunidade espiritual, devemos nos posicionar claramente contra a opressão e a injustiça. Devemos nos esforçar para mudar a situação, sem tomar lados em um conflito. Estamos comprometidos em outros com os olhos do “interser” e aprender a ver a nós mesmos e os outros como células de um corpo de Sangha. Como uma verdadeira célula num corpo de Sangha, gerando consciência, concentração e percepção para nutrir a nós mesmos e à comunidade inteira, cada um de nós é ao mesmo tempo uma célula no corpo do Buddha. Promoveremos ativamente a fraternidade, fluída como um rio, e praticaremos o desenvolvimento de três forças reais – amor, compreensão e a emancipação das aflições – para criar o acordar comunitário.

O Décimo Primeiro Treinamento Consciente: Vida Correta
Ciente que grandes violências e injutiças foram feitas ao nosso meio-ambiente e sociedade, estamos comprometidos a não viver com uma vocação que é prejudicial aos humanos ou à natureza. Daremos nosso melhor para escolher um estilo de vida que contribua para o bem-estar de todas as espécies na Terra e ajude a realizar nosso ideal de compreensão e compaixão. Ciente das realidades econômicas, políticas e sociais ao redor do mundo, assim como de nossas interrelações com o ecossistema, estamos determinados a nos comportar responsavelmente como consumidores e cidadãos. Não investiremos nem compraremos de empresas que contribuem para o esgotamento dos nossos recursos naturais, que prejudica a Terra ou que prive os outros de uma chance de viver.

O Décimo Segundo Treinamento Consciente: Reverência pela Vida
Ciente que muito sofrimento é causado pela guerra e conflito, estamos determinados a cultivar a não-violência, a compaixão e a percepção do interser em nossas vidas diárias, e a promover a paz, a educação, a meditação consciente, e reconciliação com nossos famílias, comunidades, grupos étnicos e religiosos, nações e o mundo. Estamos comprometidos a não matar e a não deixar matar outros. Não apoiaremos nenhum ato de matança no mundo, em nosso pensamento ou em nosso modo de vida. Praticaremos diligentemente o olhar profundo para nossa Sangha para descobrir melhores maneiras de proteger a vida, prevenir a guerra e construir a paz.

O Décimo Terceiro Treinamento Consciente: Generosidade
Ciente do sofrimento causado pela exploração, injustiça social, roubo e opressão, estamos comprometidos a cultivar a generosidade em nossa maneira de pensar, falar e agir. Aprenderemos melhores maneiras de trabalhar para o bem-estar das pessoas, animais, plantas e minerais e praticar a generosidade compartilhando nosso tempo, energia e recursos materiais com aqueles que necessitam. Estamos determinados a não roubar e não possuir nada que deveria pertencer a outros. Respeitaremos a propriedade dos outros, mas tentaremos prevenir os outros de lucrar com o sofrimento humano e com o sofrimento de outros seres.

O Décimo Quarto Treinamento Consciente: Conduta Correta
Ciente que o desejo sexual não é amor e que relações sexuais motivadas por desejo não podem dissipar o sentimento de solid’ão mas criam mais sofrimento, frustração e isolamento, estamos determinados a não nos empenharmos em relações sexuais sem mútuo entendimento, amor e um compromisso profundo de longo termo feito com nossas famílias e amigos. Vendo que o corpo e a mente são um, estamos comprometidos a aprender as maneiras apropriadas para cuidar de nossa energia sexual e cultivar nosso cuidado amoroso, compaixão, alegria e inclusão para nossa própria felicidade e a felicidade dos outros. Devemos estar atentos ao sofrimento futuro que pode ser causado por relações sexuais. Sabemos que para preservar a felicidade de nós mesmos e dos outros, precisamos respeitar os direitos e compromissos conosco e com os outros. Faremos tudo dentro do nosso poder para proteger as crianças de abusos sexuais e a proteger os casais e famílias de que se perderem em má conduta sexual. Trataremos nossos corpos com compaixão e respeito. Estamos determinados a olhar profundamente dentro dos Quatro Nutrimentos e aprender maneiras de preservar e canalizar nossas energias vitais (sexual, respiração, espírito) para a realização de nosso ideal bodhisattva. Seremos totalmente conscientes da responsabilidade de trazer novas vidas a este mundo e meditaremos sobre seus ambientes futuros.
Tradução da versão espanhola praticada em Jiko-An (Centro Zen em Sierra Nevada, Espanha)
//////////
Compartilhado por Edvaldo Gonçalves.


Segue resumo:

Não idolatrar

1. Não idolatrar nenhuma doutrina, teoria, seja ela qual for, incluindo o budismo. Os sistemas de pensamento budistas devem ser considerados como guias para a prática e não como a verdade absoluta.

A humildade perante o saber

2. Não pensar que se possui um saber imutável ou a verdade absoluta. Há que evitar a estreiteza da mente e o apego aos pontos de vista pessoais. Aprender a praticar a via do não apego de maneira a permanecer aberto aos pontos de vista dos outros. A verdade só pode ser encontrada na vida e não nos conceitos. Há que estar disponível para continuar a aprender ao longo de toda a vida e a observar a vida em si mesmo e no mundo.

Liberdade de perspectiva

3. Não forçar os outros, incluindo as crianças, a adoptar os nossos pontos de vista seja por que meios forem: autoridade, ameaça, dinheiro, propaganda ou educação. Respeitar as diferenças entre os seres humanos e a liberdade de opinião de cada qual. Saber, no entanto, utilizar o diálogo para ajudar a renunciar ao fanatismo e à estreiteza do espírito.

Não ocultar o sofrimento

4. Não evitar o contacto com o sofrimento nem fechar os olhos diante dele. Não perder a plena consciência sobre a existência do sofrimento no mundo. Encontrar meios de aproximação para com os que sofrem, seja mediante contactos pessoais, visitas, imagens, sons. Despertar e despertar os outros para a realidade do sofrimento no mundo.

Não viver apenas para proveito próprio

5. Não acumular dinheiro nem bens quando milhões de seres sofrem de fome. Não converter a glória, o proveito, a riqueza ou os prazeres sensuais na finalidade da vida. Viver simplesmente e partilhar o tempo, a energia e os recursos pessoais com os que necessitam.

Não manter a cólera e o ódio

6. Não conservar a cólera ou o ódio. Aprender a examinar e a transformar a cólera e o ódio quando ainda não são mais que sementes nas profundidades da consciência. Ao manifestar-se a cólera e o ódio, devemos focar a atenção na respiração e observar de modo penetrante a fim de ver e compreender a natureza desta cólera ou ódio, assim como a natureza das pessoas que se supõe serem a sua causa. Aprender a ver os seres com os olhos da compaixão.

Manter o foco no que é importante e no momento presente

7. Não se perder, deixando-se levar pela dispersão ou pelas circunstâncias envolventes. Praticar a respiração consciente e focar a atenção no que está a acontecer neste instante presente. Entrar em contacto com aquilo que é maravilhoso, pleno de vigor e de frescura. Semear em si mesmo sementes de paz, de alegria e de compreensão de maneira a favorecer o processo de transformação nas profundidades da consciência.

Não semear a discórdia, atenção nas palavras

8. Não pronunciar palavras que possam semear a discórdia e provocar a ruptura da comunidade. Mediante palavras serenas e de actos apaziguadores, fazer todos os esforços possíveis para reconciliar e resolver todos os conflitos, por pequenos que sejam.

Falar a verdade

9. Não dizer falsidades para preservar o interesse próprio ou para impressionar os outros. Não proferir palavras que semeiem a divisão e o ódio. Não difundir notícias sem ter a certeza de que são seguras. Falar sempre com honestidade e de maneira construtiva. Ter a coragem de dizer a verdade sobre as situações injustas mesmo que a nossa própria segurança fique ameaçada.

Não usar a comunidade para interesse pessoal

10. Não utilizar a comunidade religiosa para o interesse pessoal nem a transformar em partido político. A comunidade em que vivemos deve, contudo, tomar uma posição clara contra a opressão e a injustiça e esforçar-se por mudar a situação sem se envolver em conflitos partidários.

Não escolher profissões que possam prejudicar o próximo

11. Não exercer profissões que possam causar dano aos seres humanos ou à natureza. Não investir em companhias que explorem os seres humanos. Eleger uma ocupação que ajude a realizar o ideal próprio de vida com compaixão.

Não matar, não exercer violência

12. Não matar. Não deixar que outros matem. Utilizar todos os meios possíveis para proteger a vida e prevenir a guerra. Trabalhar para o estabelecimento da paz.

Não possuir nada de alheio

13. Não querer possuir nada que pertença a outrem. Respeitar os bens dos outros, mas impedir qualquer tentativa de enriquecimento à custa do sofrimento de outros seres vivos.

Respeitar o corpo

14. Não maltratar o corpo. Aprender a respeitá-lo. Não o considerar unicamente como um instrumento. Preservar as energias vitais (sexual, respiração e sistema nervoso) através da prática da Via. A expressão sexual não se justifica sem verdadeiro amor e sem compromisso. Em relação às relações sexuais, tomar consciência do sofrimento que podem causar no futuro a outras pessoas. Para assegurar a felicidade dos outros há que respeitar os seus direitos e compromissos. Estar plenamente consciente das suas próprias responsabilidades na hora de trazer ao mundo novos seres. Meditar sobre o mundo a que trazemos estes seres.