Starry Sun Reiki Luz Para Todos!: Outubro 2014

Pesquisar este blog

terça-feira, 21 de outubro de 2014

MAIS REPORTAGENS SOBRE O REIKI


Terapia REIKI ajuda a aliviar os efeitos colaterais dos tratamentos contra o câncer, como quimioterapia e radioterapia além dos medicamentos que além de ajudar acabam ocasionando alguns efeitos desconfortáveis nos pacientes, por isso está terapia complementar é fundamental para quem quer alívio e paz nestes momentos de recuperação!! Abaixo reportagem. 






Saudações Reikianas!!

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A AUTOCONSCIÊNCIA NO REIKI



Muitos praticantes de Reiki iniciam o caminho para poder cuidar do outro, para tratar um familiar, um amigo, para se colocarem ao serviço. Ao longo do tempo apercebem-se que, afinal, o Reiki pede que se tratem deles mesmos em primeiro lugar e que além do tratamento, precisam ainda da sua própria transformação interior – da mudança de padrões.
Ao deixarmos a energia fluir para dentro de nós, sentimos algo invulgar mas próximo. Um conforto e ao mesmo tempo uma sabedoria interior que ressoa com o universo. Sentimos a gratidão pelos princípios e pela energia e isso muda e aumenta a nossa autoconsciência.

Na autoconsciência quem sou eu…?
Um homem perturbado aproximou-se do mestre zen.
“Por favor, Mestre, sinto-me perdido, desesperado. Eu não sei quem eu sou.
Por favor, mostre-me o meu verdadeiro eu! “
Mas o mestre apenas desviou o olhar sem responder.
O homem começou a suplicar e implorar, mas ainda assim o mestre não deu nenhuma resposta.
Finalmente, dando-se em frustração, o homem virou-se para sair.
Naquele momento, o mestre o chamou pelo nome.
“Sim!” o homem disse que ele girou de volta.
“Aí está!” exclamou o mestre.
Este conto zen explica de forma muito simples como por vezes a nossa mente, ou mesmo o ego, tanto procura saber quem “eu sou”, esquecendo-se de quem já é. Complicamos, isso sim.
Na prática dos cinco princípios, tão simples e directos, encontramos a orientação, o silêncio, a resposta para “quem sou eu?”. Isto porque leva-nos no caminho do satori, da iluminação, como dizia o Mestre Usui.
Encontro-me no silêncio dos meus pensamentos, na ausência do meu ego. Nesse todo, vazio, sei que sou. Aqui se assume a autoconsciência.
Sair de mim para o outro e voltar do outro para mim
Já no caminho da autoconsciência, vislumbrando quem eu sou, consigo sair de mim e ir para o outro. Assim como consigo voltar do outro para mim, seguro que não perco a minha identidade. No poema “o espelho”, o Imperador Meiji leva-nos a reflectir nesta transacção.
125 – O Espelho
Devo polir o meu eu
Mais e mais
Para usar o claro
E brilhante coração dos outros
Como um espelho
O espelho sou eu, o meu coração, ele espelhará mais brilhantemente o coração dos outros quando está limpo, iluminado. Tal acontece quando me conheço e me predisponho. Só por hoje, confio, que todos os dias polirei mais o meu eu, aceitando as adversidades internas e externas. É esse o Tao do Reiki, o caminho que nos leva ao satori.
Toda a prática de Reiki, independentemente de sistemas ou Mestres, leva-nos a apreciar, vislumbrar esse caminho. Resta a cada um de nós decidir o que vai fazer perante o convite à felicidade.


http://www.joaomagalhaes.com/o-tao-do-reiki/2013/05/a-auto-consciencia-no-reiki/

O PATINHO FEIO E O REIKI



As narrativas dos contos de fadas trazem sempre uma moral por trás. Na prática de Reiki vamos também à profundidade da mudança de consciência e dos nossos padrões. Se estivermos atentos e predispostos até o mais simples conto para crianças nos pode ajudar a resolver questões internas, superando dificuldades que à primeira vista parecem intransponíveis.
Numa versão resumida, o patinho feio é banido do ninho por não ser igual aos restantes familiares. Ele enfrenta várias rejeições até que no final, consegue encontrar os seus iguais e descobre que não era um pato feio mas sim um lindo cisne.
Vamos aplicar a história do patinho feio aos praticantes de Reiki
Esta narrativa identifica o sentido de deslocamento que por vezes sentimos em determinado momento da nossa vida. Por vezes, ao aprender e praticar Reiki, mudamos a nossa forma de estar e de ser. Os que nos rodeiam já não se identificam connosco e somos considerados um patinho feio.
Esta sensação de deslocamento é natural. A prática de Reiki muda a nossa vibração e, naturalmente, iremos querer encontrar quem esteja em maior sintonia connosco. As nossas relações mudam pois a prática ajuda-nos a aumentar a auto-estima – isto porque aprendemos a cuidar de nós. Em relações desequilibradas há sempre o aspecto de “eu tenho que cuidar do outro” ou “o outro tem que cuidar de mim” e isso deixa de fazer sentido quando aprendemos que podemos cuidar de nós mesmos.
Se sentem que a vossa vibração muda e querem estar com pessoas que vão neste mesmo percurso temporário convosco, não deixem os outros para trás de forma brusca – tudo é uma lição. Ao integrarmos os outros, mostrando a nossa vivência e esclarecendo o porque mudamos, talvez não percamos um amigo. Reiki é também amor incondicional – mesmo que não nos aceitem, devemos aceitar essa decisão com amor e compaixão.
“É melhor acender uma candeia que amaldiçoar a escuridão” ~provérbio chinês
Não se sintam patinhos feios mas sim bonitos cisnes. O brilho e valor interior é muito maior e melhor que qualquer aparência ou status forçado.

http://www.joaomagalhaes.com/o-tao-do-reiki/2013/10/patinho-feio-reiki/

ESTUDO DE REIKI SOBRE OS EFEITOS NA COMUNICAÇÃO COM PACIENTES EM COMA


Verusk Mimura realizou para o seu trabalho de pós-graduação um estudo de Reiki intitulado “A COMUNICAÇÃO E AS TROCAS CULTURAIS MEDIADAS PELO REIKI COM O PACIENTE EM COMA”
Segundo este estudo “A utilização do Reiki pode despertar nos profissionais a capacidade de comunicação por meio da percepção de sinais sutis que o paciente pode apresentar durante as sessões de Reiki, promovendo a humanização da assistência de enfermagem.”
De facto, a terapia Reiki é humanizadora e apesar dos seus efeitos não estarem comprovados cientificamente com dados absolutos e estatisticamente distintivos, quem recebe tem sempre algo a dizer sobre a experiência e sobre como auxilia a pessoa a encontrar a harmonia e saúde.

Reiki pode ter um papel interessante na comunicação ou estimulação do paciente em coma.


RESUMO
A comunicação é interação e troca entre pessoas, e só se torna efetiva quando produz mudanças no outro. O processo de comunicação está intrinsecamente relacionado à cultura dos sujeitos envolvidos. O Reiki, objeto de estudo deste trabalho, representa uma prática cultural e uma possibilidade de comunicação, entendida como construção de vínculos. O objetivo deste estudo foi identificar indícios prováveis do processo de comunicação com o paciente em coma induzido, durante a aplicação das sessões de Reiki, por meio da leitura e interpretação de possíveis alterações da frequência cardíaca, do percentual de saturação de oxigênio no sangue e de sinais subjetivos emitidos pelo corpo por meio das expressões faciais e corporais. Para análise dos resultados, utilizamos os códigos hipolinguísticos, segundo Bystrina (1994), e os princípios ambiência, vinculação e projetividade, considerados por Pross (1972) e Kamper (1972). A amostra se constituiu de um paciente com 51 anos de idade, sexo masculino internado na Unidade de Terapia Intensiva Adulto. O paciente selecionado apresentava quadro clínico de coma induzido, com pontuação de R4/R5, mensurado pela Escala de Sedação de Ramsay. O paciente foi submetido a uma sessão de Reiki diária, totalizando-se cinco sessões administradas em horários que não coincidiram com o horário de visita. Foram observadas alterações na frequência cardíaca, percentual de saturação de oxigênio e expressão facial do paciente após as sessões administradas. Existem poucos estudos hospitalares acerca da aplicação do Reiki no Brasil e, nesse sentido, nosso achado poderá vir a contribuir com a necessidade de continuarmos as pesquisas acerca do Reiki como processo de comunicação, além de outros benefícios ao indivíduo que o recebe. Acreditamos que, após nosso estudo, abram-se caminhos para a aplicação do Reiki nos pacientes hospitalizados, independente de sua patologia.

http://www.joaomagalhaes.com/o-tao-do-reiki/2014/10/estudo-de-reiki-sobre-os-efeitos-na-comunicacao-com-pacientes-em-coma/

O REIKI CURA, O PRATICANTE CURA OU A PESSOA CURA-SE?


Quando a energia universal flui e encontra desequilíbrios nos nossos vários corpos, actual para a harmonia do nosso todo. Quando o receptor se sente bem, fica a dúvida – o Reiki cura, o praticante cura ou a pessoa cura-se?
Um praticante de Reiki é aquele que, após ter recebido uma sintonização e ensino sobre Reiki, deixa a energia fluir através dele. A energia é aplicada primeiramente nele e só depois nos outros. Na sua aprendizagem está também a base do Reiki que são os cinco princípios.
Algumas premissas sobre Reiki e a cura
1.     No Reiki não existe ou não deve existir uma promessa de cura. Não há nenhuma medicina ou terapia, actualmente, capaz de poder afirmar tal coisa num aspecto taxativo – “se tomar ou se fizer isto, ficará curado em absoluto”;
2.     Reiki é energia vital, como tal não se pode considerar algo de pólo positivo ou negativo, é somente energia vital;
3.     A energia está disponível em todo o lado, daí se chamar energia universal mas, para que seja Reiki a fluir para o receptor o seu emissor deve estar devidamente sintonizado;
4.     Não é a energia do emissor que flui para a pessoa mas sim Reiki, no entanto existem sempre “trocas” energéticas porque as auras (campo energético humano) tocam-se e comunicam entre si, o que é um processo natural;
5.     A pessoa sente-se melhor quando a energia equilibra os seus excessos ou deficiências de energia;
6.     Apesar do terapeuta poder ter um papel activo no processo, muito do que a energia faz é desconhecido para ele, daí dizer-se que se “deixa a energia fluir”, ela irá para onde for mais precisa;
7.     O nosso corpo físico é complexo e é um autêntico ecossistema. A homeostase regula as variáveis do nosso corpo(s) para que tudo esteja em equilíbrio e a vida esteja garantida. A energia actua para que se mantenha a homeostase, o equilíbrio do corpo.

A energia flui para o receptor, auxiliando na harmonia do seu corpo físico, mental, emocional e espiritual.
Reiki não cura, o terapeuta não cura, a pessoa cura-se a si mesma
Por muito estranho que possa parecer, realmente é a pessoa que se cura. O nosso organismo é que tem a capacidade de se regenerar, o que muda são os métodos terapêuticos e os acessórios usados para que tal aconteça. Tendo isto em perspectiva podemos ainda considerar:
1.     A postura de um terapeuta e praticante de Reiki sobre a cura deve ser de humildade e sabedoria;
2.     A pessoa deve envolver-se no seu próprio processo de cura. Sem o seu comprometimento, como pode o organismo encontrar equilíbrio? Mente e coração estão juntos em qualquer processo.
3.     A cura acontece quando tal é possível na pessoa, quer por razões genéticas ou naturais.
Esta é uma abordagem natural e simples sobre o Reiki e a cura e as questões que muitas vezes são levantadas sobre a prática terapêutica de Reiki.




A CRISE DE CURA NO REIKI - REVISTA REIKI & YOGA






Diarreia, choro ou sonolência podem ser alguns dos fatores da crise de cura após uma sintonização ou sessão de reiki. O que será isto da crise de cura? Ter uma postura desmistificadora só pode trazer resoluções mais positivas. Esclarecer a mente é meio caminho andado para a aceitação de coração.
Auxiliar ao nosso bem-estar – A crise de cura no reiki

A crise de cura é uma reacão normal do nosso corpo para que este mantenha a sua harmonia. Na prática de Reiki pode haver uma aceleração da crise de cura, é normal, é o corpo a caminhar para a sua própria cura.

O CAMINHO QUE ESCLARECE



O caminho que esclarece

Todos nos perguntamos, qual o caminho? Por onde vou, para onde vou, como vou? Será este o caminho ou aquele que outro percorre? O caminho é o percurso que vamos vivendo com uma chegada muito concreta. Mas como veremos esse caminho e de que forma vamos aproveitando os momentos de paragem?
O caminho que esclarece
No livro dos sábios da floresta, o aluno pergunta ao Mestre:
- Então mestre, o que é o Caminho?
- O Caminho é um conceito do homem.
- Mas como é esse Caminho?
- Ah! Agora, você finalmente fez a pergunta correta: o nosso Caminho é o Estudo. O nosso Caminho é a Educação;
O nosso caminho, seja ele qual for, deve ser enriquecido com estudo, com educação. O estudo alimenta a mente e a alma, cultiva a sabedoria; a educação coloca em prática a nossa constituição. Se queremos um caminho mais feliz, temos que procurar um caminho de sabedoria, que nos seja esclarecedor, para que também possamos esclarecer os outros, lembrando sempre a necessidade de desapego e a compreensão da impermanência das coisas. Tudo muda, inclusive nós mesmos.
学人
xue ren – estude o ser humano
做仁
zuo ren – faça o humanismo
儒教
ru jiao – o ensinamento dos estudiosos
天道
tian dao – [é] o caminho do céu

Um monge taoísta escreve no chão com água, um princípio do desapego e da impermanência das coisas.
Revê constantemente o teu caminho. Nunca encares algo como tempo perdido mas sim como uma aprendizagem, se realmente sabes tirar daí lições, nem que seja para o que não deves fazer, para o que não queres mais fazer. Escuta os outros com mente e coração, escuta-te a ti mesmo e ouve o sussurro do universo, quer num dia cinzento, quer num dia solarengo. Aprende a encontrar o caminho e a aproveitar cada momento. O fim, ninguém sabe como é e só tu viverás o teu.


http://www.joaomagalhaes.com/o-tao-do-reiki/2014/09/o-caminho-que-esclarece/#more-2712

domingo, 5 de outubro de 2014

COMPROVADO A CURA PELA ENERGIA DAS MÃOS


Pesquisa revela poder da energia liberada pelas mãos


Energia liberada pelas mãos consegue curar malefícios, afirma pesquisa da  USP.http://portal.rac.com.br/imagens/icones/hori_pontilhado.jpg


Um estudo desenvolvido recentemente pela USP (Universidade de São Paulo), em conjunto com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), comprova que a energia liberada pelas mãos tem o poder de curar qualquer tipo de mal estar. O trabalho foi elaborado devido às técnicas manuais já conhecidas na sociedade, caso do Johrei, utilizada pela igreja Messiânica do Brasil e ao mesmo tempo semelhante à de religiões como o espiritismo, que pratica o chamado “passe”.

Todo o
 processo de desenvolvimento dessa pesquisa nasceu em 2000, como tema de mestrado do pesquisador Ricardo Monezi, na Faculdade de Medicina da USP. Ele teve a iniciativa de investigar quais seriam os possíveis efeitos da prática de imposição das mãos. “Este interesse veio de uma vivência própria, onde o Reiki (técnica) já havia me ajudado, na adolescência, a sair de uma crise de depressão”, afirmou Monezi, que hoje é pesquisador da Unifesp.

Segundo o
 cientista, durante seu mestrado foram investigado os efeitos da imposição em camundongos, nos quais foi possível observar um notável ganho de potencial das células de defesa contra células que ficam os tumores. “Agora, no meu doutorado que está sendo finalizado na Unifesp, estudamos não apenas os efeitos fisiológicos, mas também os psicológicos”, completou.

A constatação no estudo de que a imposição de mãos libera energia capaz de produzir bem-estar foi possível porque a ciência atual ainda não possui uma precisão exata sobre esse efeitos. “A ciência chama estas energias de ‘energias sutis’, e também considera que o espaço onde elas estão inseridas esteja próximo às frequências eletromagnéticas de baixo nível”, explicou.

As sensações proporcionadas por essas práticas analisadas por Monezi foram a redução da percepção de tensão, do stress e de sintomas relacionados a ansiedade e depressão. “O interessante é que este tipo de imposição oferece a sensação de relaxamento e plenitude. E além de garantir mais energia e disposição.”

Neste estudo do mestrado foram utilizados 60 ratos. Já no doutorado foram avaliados 44 idosos com queixas de stress.
 
O processo de desenvolvimento para realizar este doutorado foi finalizado no primeiro semestre deste ano. Mas a Unifesp está prestes a iniciar novas investigações a respeito dos efeitos do Reiki e práticas semelhantes a partir de abril do ano que vem.

http://portal.rac.com.br/noticias/index_teste.php?tp=correio-escola&id=%2F107097&ano=%2F2011&mes=%2F11&dia=%2F25&titulo=%2Fpesquisa-revela-poder-da-energia-liberada-pelas-maos

REIKI DOAÇÃO OUTUBRO



Oportunidade única para quem nunca fez uma sessão de Reiki está ai uma oportunidade, apenas agende seu horário em uma das segunda-feiras do mês de Outubro e sinta a maravilha que é fazer terapia REIKI !!

Saudações Reikianas!

Entre em contato comigo pelo tel: 47-91060980

Mestre de Reiki Greice

INSCRIÇÕES ABERTAS CURSO DE REIKI NÍVEL 1




Cursos e Seminários

Reiki
Aprender Reiki é uma experiência muito positiva. Na verdade, pode ser uma mudança de vida. Reiki é fácil de aprender e uma vez que você seja Iniciado por um Mestre, você se transforma num canal dessa energia universal.
O aprendizado do Reiki não é apenas para aqueles que querem passar a energia ou para terapeutas. Na verdade, as pessoas que decidem frequentar um curso de Reiki estão procurando uma maneira de gerir e apoiar a sua própria saúde e bem-estar. 
Reiki é uma das formas mais populares de cura energética no mundo.  Ele é um ótimo complemento para qualquer terapeuta ou como suporte para sua vida.

Ter acesso a essa energia nos transforma, aumenta nosso campo energético e com isso, elimina muitos conteúdos que nos desestabilizam, trazendo bem estar, confiança e tranquilidade. Ele também aprofunda muito a visão que temos de nós mesmos, nos beneficiando no processo de auto-conhecimento.

Invista em sua vida e seu espírito!

Saudações Reikianas!

Mestre de Reiki Greice Peplau

47-91060980